Portal de Notícias

  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Relações Internacionais
  6. /
  7. Santa Catarina registra recorde...

Santa Catarina registra recorde no comércio externo com aumento das exportações em janeiro

Navegantes (SC), 31/01/2023 - O Governado Jorginho Mello fez a entrega da autorização ambiental para obras de ampliação no Porto de Navegantes que irão permitir que a estrutura receba navios maiores na tarde desta terça-feira (31).
Porto de Navegantes é um dos que mais movimenta cargas em todo o país | Foto: Eduardo Valente / SECOM

O mês de janeiro de 2023 teve recorde nas movimentações econômicas geradas pelo comércio externo de Santa Catarina. O estado cresceu 8,7% nas exportações e chegou a US$ 850,2 milhões negociados; a comparação é com o mesmo período do ano passado. Em relação às importações, foram comprados US$ 2,4 bilhões em produtos, uma expansão de 5,8%. Os dados analisados são do Observatório FIESC.

Nas exportações, o valor registrado no mês de janeiro de 2023 é maior do que a movimentação mensal de qualquer um dos meses do ano de 2022. Na comparação com janeiro do ano passado, foram US$ 156.5 milhões a mais. É o maior também em uma movimentação mensal entre todos os registros da Fiesc para o período.

A China foi a principal compradora no mês, com montante de US$ 132,4 milhões. O valor é 43,1% superior ao registrado no mesmo período em 2022. Houve, ainda, expansão na venda de carnes de aves e suínas para países do Leste Asiático e do Oriente Médio.

“O desempenho positivo do comércio exterior catarinense reflete a competitividade da nossa indústria no mercado global. Fatores como os preços internacionais favoráveis, a diversificação de parceiros comerciais e o aumento do valor agregado dos nossos produtos também contribuíram para o resultado”, afirma o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

A exportação de gelatina vem conquistando espaço em países com grandes mercados internos, como Estados Unidos e Rússia. A Arábia Saudita também registrou expansão dentre os principais compradores, principalmente de papel kraft.

“Santa Catarina registrou em janeiro deste ano o maior preço médio por quilo exportado, dentre os principais estados exportadores do país. Isso significa que as empresas catarinenses têm exportado produtos de maior valor agregado, ficando à frente de outras regiões industriais importantes, como São Paulo e Paraná, por exemplo”, afirma Vicente Heinen, economista do Observatório FIESC.

Importações de todas as partes do mundo

“Santa Catarina atraiu milhares de importadoras e tradings, que passaram a operar pelos portos e aeroportos do Estado. Por conta disso, os nossos portos se tornaram os mais modernos e eficientes do Brasil. Já por parte da Secretaria de Estado da Fazenda, os investimentos em tecnologia possibilitaram que mais de 90% das mercadorias desembaraçadas no Estado sejam liberadas pelo fisco estadual em até 8 minutos. Isso representa uma grande redução de custo”, explica o secretário da Fazenda, Cleverson Siewert.

Os principais produtos comprados em janeiro foram os insumos industriais elaborados, como os revestimentos de ferros laminados planos e o cobre refinado, além de itens para a indústria automotiva. O estado ampliou as importações de veículos, iates e automóveis do México, além de pneus de borracha e partes e acessórios para veículos da China. Na indústria de alimentos e bebidas, o destaque foram os embarques de leite concentrado e de proteínas solúveis em água. China, Estados Unidos, Chile e Argentina foram os principais fornecedores internacionais de produtos para Santa Catarina no mês de janeiro.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support