Portal de Noticias

  1. Início
  2. /
  3. Radio
  4. /
  5. Levantamento divulgado pela Dive/SC...

Levantamento divulgado pela Dive/SC revela mais de 130 mil depósitos com água parada no estado

Vinte municípios catarinenses, cerca de 15% do total, apresentam médio risco de transmissão de dengue, chikungunya e Zika. Outras 112 cidades do estado, quase 85%, apresentam baixo risco de transmissão.

É o que aponta o novo Levantamento Rápido de Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2022, realizado no mês de novembro e divulgado nesta quinta, 8, pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive).

Nenhum município infestado pelo mosquito foi classificado com de alto risco de transmissão.

Durante o levantamento, foram inspecionados cerca de 135 mil depósitos de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.

A bióloga da Dive, Tharine Dal-Cim, cita os principais depósitos encontrados e explica a importância de eliminar possíveis focos de proliferação do mosquito transmissor:

SONORA

Os dados do levantamento foram apresentados durante a reunião da sala de situação, quando também foi apresentado um resumo de todas as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti realizadas pela Secretaria de Estado da Saúde.

Entre elas estão o apoio técnico às equipes municipais, capacitação de profissionais, aplicação de inseticidas e repasse de recursos financeiros para enfrentamento da epidemia.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Dive, já foram confirmados 83.142 casos de dengue, com cerca de 80 mil transmitidos dentro do estado, e 26 casos de chikungunya.

Para conhecer formas de prevenção contra a dengue, chikungunya e zika, os sintomas das doenças e o que fazer no caso de contaminação acesse www.dive.sc.gov.br.

O levantamento completo também está disponível no site.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support