Portal de Noticias

  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Educação
  6. /
  7. Governo articula ação conjunta...

Governo articula ação conjunta para combater as drogas em Santa Catarina

Os secretários da Educação, Eduardo Deschamps, e o da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), João José Cândido da Silva, estão avaliando, juntos, estratégias de enfrentamento às drogas nas escolas. O tema será incluído no currículo escolar da educação básica (ensino fundamental e médio) e a Educação vai produzir material educativo para professores, alunos e às famílias, além de capacitar os docentes para que trabalhar o assunto na sala de aula.

Foto: Johnatas Cesário / SED

O secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), João José Cândido da Silva, ressaltou que a ação conjunta entre as secretarias é importante para que os projetos voltados ao enfrentamento às drogas sejam bem-sucedidos. “Precisamos trabalhar de maneira integrada, intersetorial com todas as secretarias e a sociedade. Essa é uma parceria entre o Governo do Estado, os conselhos e o terceiro setor. Estamos trabalhando para tornar Santa Catarina um Estado de referência no enfrentamento às drogas. E, como consequência, contribuiremos para a pacificação das famílias catarinenses”, destaca.

O secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, afirmou que a articulação entre as secretarias e com os municípios é fundamental para ampliar as ações para o enfrentamento às drogas. “Este assunto precisa ser amplamente tratado nas escolas para aumentar a conscientização sobre os perigos da dependência química. Todas as nossas escolas contam com Núcleos de Educação, Prevenção, Atenção e Atendimento às violências na escola (Nepre) e o trabalho já desenvolvido traz inúmeros benefícios para toda a comunidade”, destacou. Participaram do encontro técnicos da área da Educação e da Assistência Social.

Plano Catarinense
O governo de Santa Catarina instituiu no ano passado o programa Crack, é possível vencer, do governo federal. Paralelamente, o Estado criou o comitê coordenador do programa federal composto pelos Secretários de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), da Saúde, da Justiça e Cidadania, da Segurança Pública e da Educação e também atua em outras frentes.

A partir destes encontros técnicos realizados no ano passado, foi realizado em Florianópolis, em novembro de 2012, o 1º Encontro Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas, com a participação de 900 técnicos e 30 entidades. Como resultado do encontro, decidiu-se pela criação do Plano Catarinense de Políticas Públicas sobre Drogas.

O plano é articulado por um colegiado gestor estadual do qual participam: a Frente Parlamentar de Combate e Prevenção às Drogas da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc); as Secretarias de Estado da: Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST); Saúde, Educação, Justiça e Cidadania e Segurança Pública; Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen); Casa Civil; Cruz Azul; Associação Catarinense de Comunidades Terapêuticas; Federação Catarinense de Comunidades Terapêuticas; Prefeitura de Florianópolis; Centro Cultural Escrava Anastácia; e Instituto Padre Vilson Groh.

A construção do plano está sendo elaborada neste ano a partir de sete oficinas mesorregionais de políticas públicas sobre drogas com a participação dos municípios. O objetivo é organizar os colegiados gestores mesorregionais que serão responsáveis pela viabilização, monitoramento e avaliação do Plano Catarinense de Políticas Públicas sobre Drogas no âmbito regional e municipal.  O plano será feito com base no trabalho das instituições que participam dos eventos e possuem ações diretas e indiretas relacionadas às questões das drogas.

Em cada oficina regional são empossados os membros do colegiado gestor e os municípios podem aderir ao plano. Das sete oficinas previstas, foram realizadas duas em junho: em Florianópolis e Jaraguá do Sul. Outras cinco oficinas estão previstas até o final do ano: em Criciúma, São Miguel do Oeste, Chapecó, Joaçaba  e em Lages.

{article Cláudia Marcelo de Lima – Assistência Social}{text}{/article}

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support