Portal de Notícias

  1. Início
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Segurança Pública
  6. /
  7. Governador inaugura divisão na...

Governador inaugura divisão na Polícia Civil para investigar crimes contra animais

Fotos: Ricardo Trida / Secom

O governador Jorginho Mello inaugurou nesta terça-feira, 14, a Divisão de Proteção Animal (DPA) da Polícia Civil de Santa Catarina. O evento foi realizado na sede da Acadepol, em Florianópolis, onde ainda foram entregues 58 viaturas para atender as demandas da Capital e dos municípios da Grande Florianópolis. Os veículos que representam um investimento de R$ 5,9 milhões.

A DPA pertence à Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis e é uma unidade especializada no atendimento de delitos de maus-tratos contra animais domésticos. Neste primeiro momento, também servirá como projeto-piloto para toda a Polícia Civil de Santa Catarina.

A estrutura começa a funcionar no âmbito da Grande Florianópolis, envolvendo 13 municípios, incluindo a Capital. A ideia é estender para todo o estado. A Divisão de Proteção Animal tem sua base na Rua Felipe Schmidt, nº 755, 4º andar, no Centro de Florianópolis e conta com apoio de pontos focais nas demais unidades policiais.

Lançamento da Divisão de Proteção Animal da grande Florianópolis e entrega de viaturas

Importante destacar que a Divisão de Proteção Animal não contará com registros de ocorrências policiais, os quais continuarão sendo feitos normalmente por meio da Delegacia de Polícia Virtual de Proteção Animal, no site da Polícia Civil, ou em qualquer Delegacia de Polícia.

O governador Jorginho disse na sua fala que a Polícia de Santa Catarina é muito respeitada em todo país pela eficiência. “Vamos continuar investindo na segurança pública dos catarinenses. Queremos melhorar ainda mais as nossas delegacias e toda a estrutura”, destacou Jorginho Mello.

Para o delegado-geral da PCSC, Ulisses Gabriel, a Divisão é mais um avanço no sentido de oferecer serviços qualificados para os catarinenses. “Também criamos no nosso site a área SOS pets, um espaço virtual onde as pessoas podem publicar pedido de ajuda para encontrar o pet desaparecido ou localizar um tutor, sem ter que expor seus dados pessoais. Tudo com muita segurança pois os dados estarão protegidos e sob os cuidados da Polícia Civil”, assinalou Ulisses.

Divisão também atuará na prevenção

A diretora de Polícia da Grande Florianópolis, delegada Michele Alves Correa Rebelo, destacou que o papel da divisão vai além da repressão aos crimes de maus-tratos. “A DPA também atuará por meio de ações de prevenção e de educação atingindo dessa forma o capital social, um dos pilares do planejamento estratégico da Polícia Civil”, assinalou.

Titular da DPA, a delegada Mardjoli Adorian Valcareggi disse que o principal objetivo da divisão é promover entregas mais qualificadas para a sociedade. “Vamos melhorar as respostas aos crimes de maus-tratos contra animais domésticos e seus desdobramentos, mediante especialização de fluxos com as demais unidades policiais, integrantes da diretoria e parceiros públicos e privados. Como consequência essa divisão também auxiliará diminuindo a alta carga de demandas das delegacias de polícia de área que poderão focar em outros entes que igualmente merecem atenção”, enfatizou a Delegada Mardjoli.

Complexo de Segurança Pública de Forquilhinha

No mesmo evento, o governador também anunciou investimentos para concluir o Complexo de Segurança Pública de Forquilhinha. O Governo do Estado investirá aproximadamente R$ 1,5 milhão no local que futuramente vai abrigar a nova sede da Delegacia de Polícia Civil, além de unidades do Detran e do Instituto Geral de Perícias.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support