Agência de Notícias SECOM

  1. Início
  2. /
  3. Desenvolvimento Social
  4. /
  5. Conferência estadual da assistência...

Conferência estadual da assistência social em Florianópolis encerra com propostas para a nacional

A 9ª Conferência Estadual da Assistência Social encerrou na tarde desta quarta-feira, 9, em Florianópolis. Os participantes definiram as propostas que serão levadas à conferência nacional pelos 78 delegados estaduais eleitos durante o evento.  O encontro nacional está previsto para os dias 16 e 17 de dezembro em Brasília.

Dentre as proposições do Estado estão a criação de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) regionalizados; o cofinanciamento de pesquisas, estudos e diagnósticos para melhor atendimento das demandas nos municípios; e a implantação da política nacional para moradores de rua.

Com base no tema “A gestão e o financiamento na efetivação do SUAS” os participantes foram divididos em grupos de discussão para tratar sobre os seguintes assuntos: O cofinanciamento obrigatório da assistência social; Gestão do SUAS – Vigilância socioassistencial, processos de planejamento, monitoramento e avaliação;  Gestão do trabalho (Planejamento, organização, execução); Gestão dos serviços, programas e projetos; e Gestão dos benefícios no SUAS. Mais de 40 propostas foram apresentadas como resultado dos trabalhos de grupo.

Melhorias na assistência social 

O Governo do Estado aumentou os investimentos na assistência social. Pela primeira vez, o governo catarinense financiará a proteção básica. O valor cofinanciado pelo Governo do Estado deve ser aplicado em custeio conforme plano de aplicação, desde que aprovado pelo Conselho Municipal de Assistência Social. Para este ano, são R$ 2,3 milhões de investimentos. Para 2014, o cofinanciamento da proteção básica terá incremento de 293% e passará para R$ 9,2 milhões.

Para o cofinanciamento da média complexidade a previsão é de que o orçamento cresça de R$ 3,5 milhões em 2013 para R$ 8 milhões em 2014, o que representará aumento de 127%. O cofinanciamento da alta complexidade também terá incremento no orçamento do ano que vem. O valor será 45% superior, passando de R$ 4,8 milhões para R$ 7 milhões.

A evolução total do orçamento da assistência social, proveniente do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS), crescerá 141% em 2014 em relação a 2013. O valor subirá de R$ 19,3 milhões neste ano para R$ 46,5 milhões no ano que vem.

{article Cláudia Marcelo de Lima – Assistência Social}{text}{/article}

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support